Conheça a bioarquitetura, conceito que vem revolucionando a construção civil!

Em dias em que tanto se fala sobre os cuidados com o meio ambiente (e com o planeta como um todo, como consequência), pensar em alternativas bonitas e que não agridam a Terra está na moda. Uma pesquisa da Organização das Nações Unidas (ONU) aponta que as cidades deverão abrigar cerca de 70% da população mundial até 2050. Isso significa que tudo precisa ser planejado urgentemente antes que a situação chegue em um nível perigoso para o clima.

Uma dessas opções é a Bioarquitetura, que é um conjunto de técnicas que buscam dar para as construções um toque de conforto, funcionalidade e elegância, sem que cause impacto ambiental. Ela traz uma alternativa em um país como o nosso, onde a construção civil — uma das responsáveis por gerar danos ao meio ambiente — atua em larga escala.

Uma das características principais da Bioarquitetura é utilizar ao máximo os materiais do próprio local onde o imóvel está inserido. Isso ajudará na redução do uso de recursos naturais. É por isso que a bioarquitetura tem uma ligação forte com a Arquitetura Vernacular (que é quando as condições locais onde o imóvel será construído são levadas em conta). A diferença é que, ao contrário da Vernacular, a Bioarquitetura não precisa necessariamente utilizar materiais e técnicas da região em questão).

Os materiais mais utilizados na Bioarquitetura são a terra, pedra, areia, argila, madeiras de reflorestamento, materiais de reciclagem, entre outros tipos. Mas atenção: a construção tem que ser completamente bem realizada de modo que o imóvel seja autossuficiente. Isso inclui sistemas de ventilação e iluminação naturais, de forma que o cliente utilize menos as lâmpadas e o ar-condicionado (este um grande vilão das contas de energia).

Um bom recurso que pode ser utilizado é a adoção dos telhados verdes. Eles ajudam a diminuir o calor em dias de altas temperaturas e ajudam a manter o edificação com uma temperatura mais fresca. Além disso, a coleta de água da chuva e o uso da energia solar são pontos a se considerar na bioarquitetura.

Além de trazer conforto e comodidade aos clientes, a Bioarquitetura tem uma outra vantagem: a longo prazo, as edificações tendem a ficar mais em conta no bolso dos moradores, graças à economia de recursos que ela é capaz de gerar. Por isso, um profissional que entenda as últimas tendências sustentáveis e saiba aplicar de forma satisfatória consegue se destacar no mercado.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem trabalha com reforma ou construção civil está sempre atento às mudanças de mercado. Por isso, desde 2005, a Ferreira Costa criou o clube do profissional, para capacitar os profissionais sobre as atividades tendências através de cursos e oficinas gratuitos.

Copyright © 1884-2020  ·  Ferreira Costa LTDA CNPJ n.º 10.230.480/0019-60  ·  Av. Mal. Mascarenhas De Morais, nº 2629/2967  ·  Imbiribeira, Recife, PE, CEP 51150-090