O que todo profissional precisa saber antes de construir um muro de arrimo

Como todos sabem, é preciso tomar algumas precauções antes de iniciar uma construção. Depois que o terreno é escolhido e o projeto do imóvel é montado, o próximo passo é deixar o local o mais preparado possível para a obra. Nos casos de terrenos muito desnivelados, é preciso que o profissional entenda que precisa criar um mecanismo de segurança para evitar possíveis desmoronamentos. É aí que entra o muro de arrimo.

O muro de arrimo (ou de sustentação) tem o objetivo principal de manter a estrutura estabilizada. No entanto, mais do que isso, ele também possibilita a delimitação do terreno, garantindo que a área seja isolada. E engana-se quem pensa que ele é apenas para estradas ou encostas de morro: como o objetivo é obter um terreno plano, ele também pode ser utilizado para a construção de residências!

E é claro que existem vários tipos de materiais que ajudam a criar esses muros, como concreto ciclópico, alvenaria, saco de solo-cimento e pedras amarroadas.

Tudo isso é relevante se for levar em consideração o fato de que o muro de arrimo irá enfrentar as ações do tempo, como água da chuva e sol. É por isso que se faz necessário considerar fatores como a umidade e a pressão que a terra molhada exerce. Para evitar transtornos, o muro precisa ter drenos para que a água da chuva escoe sem problema (além, claro, da impermeabilização).

Existem cinco passos para a construção do muro de arrimo. São elas:

  1. Preparação do solo: ele precisa ser escavado em todo o muro. O profissional precisa guardar toda a terra retirada para poder finalizar o projeto.
  2. Instalação da estrutura: as ferragens que vão para a estrutura do muro precisam estar corretamente instaladas na vala.
  3. Concretagem: como o nome sugere, a base do muro de arrimo receberá o concreto, de forma que todas as ferragens passem sem dificuldade.
  4. Impermeabilização: para evitar transtornos futuros, o profissional precisa realizar o processo com a instalação dos drenos.
  5. Finalização: utiliza-se com mais uma etapa da concretagem para fechar qualquer fresta. Por último, coloca-se a terra escavada e guardada.

Mais do que um componente de segurança, é possível decorar o muro de arrimo para dar um chame extra à área externa do imóvel, como pedras ornamentais e a inclusão de um jardim vertical.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem trabalha com reforma ou construção civil está sempre atento às mudanças de mercado. Por isso, desde 2005, a Ferreira Costa criou o clube do profissional, para capacitar os profissionais sobre as atividades tendências através de cursos e oficinas gratuitos.

Copyright © 1884-2020  ·  Ferreira Costa LTDA CNPJ n.º 10.230.480/0019-60  ·  Av. Mal. Mascarenhas De Morais, nº 2629/2967  ·  Imbiribeira, Recife, PE, CEP 51150-090