Conheça os tipos de chuveiros e saiba qual instalar no imóvel

A instalação correta dos chuveiros nas obras é importante para evitar qualquer tipo de desperdício. Principalmente porque, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado do São Paulo (Sabesp), um vazamento no registro do chuveiro gera uma perda diária de 860 ml de água. Por isso, escolher o modelo correto evitará problemas como gastos de energia elétrica ou falta de pressão de água, por exemplo.

Separamos alguns modelos que te ajudarão a fazer a melhor escolha para o banheiro do seu cliente.

Chuveiro elétrico normal

É o tipo mais comum de chuveiro. O ponto positivo desse tipo, que está presente em várias residências, é que é fácil de ser instalado. Para ativá-lo, é só fixá-lo na parede ou em um cano através de um ponto de energia. Além disso, quem faz o trabalho de esquentar a água é a resistência elétrica.

O uso do chuveiro elétrico é recomendado em banheiros que tenham uma pressão alta de água. Também pode ser instalado em imóveis que recebam água que vem direto da rua, já que esse tipo de abastecimento é feito com alta pressão. Mas atenção: ele precisa ser bem instalado para evitar acidentes domésticos.

Chuveiro elétrico pressurizado

Indicado para os imóveis onde a pressão da água é menor (em locais onde o chuveiro está perto da caixa d’água, por exemplo). Este tipo conta com uma bomba que faz com que a pressão aumente. O ponto negativo é que o consumo de água é maior. Seu uso é altamente recomendado para casas térreas.

Chuveiro elétrico eletrônico

Com uma haste alongada capaz de regular a temperatura sem que desligue o aparelho para isso, o modelo é considerado um dos mais práticos para o uso. Existem dois modelos deste tipo: com ou sem pressão.

Chuveiro misturador

O modelo em questão tem uma válvula interna que, como o nome sugere, mistura dois tipos de temperatura de água para que se atinja a temperatura que se quer nos registros (geralmente o misturador vem com água fria e quente).

O ponto positivo é que o chuveiro misturador tem um design mais bonito e consegue economizar energia. Indicado para qualquer tipo de imóvel.

Chuveiro híbrido

Tem esse nome porque pode ser usado tanto com energia solar quanto com elétrica. O modelo tem o ponto positivo de dar economia de água e de energia.

Seu funcionamento é parecido com outros modelos: a água é aquecida pela resistência. Quando atinge a temperatura solicitada, o aquecimento é mantido pelo aquecedor solar ou a gás (depende do tipo de aquecedor que está instalado no imóvel).

Chuveiro solar

Geralmente os mais econômicos e que menos agridem o meio ambiente. O funcionamento é produzido através de um reservatório cheio de água. Ela é aquecida pelo sol através das placas de captação.

O ponto positivo é a grande economia que este tipo pode trazer, com possibilidade de desconto de até 70% de desconto na conta de energia. O negativo é que não são todos os imóveis que são feitos para este tipo de chuveiro.

Chuveiro a gás

Assim como o modelo solar, necessita de alguns fatores (como um ponto de gás ou a tubulação própria para isso, por exemplo) para funcionar de forma eficaz.

Entre os pontos positivos deste tipo, está a maior vazão de água em relação aos outros tipos de chuveiros e a economia elétrica que causa (já que não gasta energia). Os lados negativos são o elevado custo para instalação e o uso maior de água, considerando que ele demora para esquentar.

Chuveiro de parede

Bastante famoso, este tipo de modelo é usado quando toda a tubulação se encontra embutida. Existem duas opções de chuveiros de parede: sem tubo ou com. É preciso escolher o tubo adequadamente ao tamanho do box para evitar ter problemas com o tamanho do chuveiro.

Com todas essas informações disponíveis, já é possível saber que tipo de chuveiro é o mais indicado para a construção ou reforma que você vai iniciar. Mãos à obra!

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem trabalha com reforma ou construção civil está sempre atento às mudanças de mercado. Por isso, desde 2005, a Ferreira Costa criou o clube do profissional, para capacitar os profissionais sobre as atividades tendências através de cursos e oficinas gratuitos.

Copyright © 1884-2020  ·  Ferreira Costa LTDA CNPJ n.º 10.230.480/0019-60  ·  Av. Mal. Mascarenhas De Morais, nº 2629/2967  ·  Imbiribeira, Recife, PE, CEP 51150-090